Como Superar a Quarentena em Casal

Estar sob o mesmo teto, 24 horas por dia, 7 dias da semana, sem poder sair, pode ser o estopim para o fim de muitos relacionamentos. O Blog Assunto não Falta conversou com especialistas em psicologia para fazer com que o isolamento forçado não termine em separação. A Primeira regra: respeito.


A pandemia do coronavirus veio para mexer com todas as estruturas pré-estabelecidas da sociedade - relacionamentos, família, trabalho, valores morais e financeiros. Está obrigando as pessoas a repensarem a forma como têm vivido e o que realmente importa para ter uma vida feliz e saudável.


Como nós, seres humanos, não sabemos lidar com o desconhecido, as reações têm sido as mais diversas possíveis. O impacto da doença e das medidas necessárias para impedir a propagação do coronavírus são sentidos na sociedade e na economia, mas também em nossos relacionamentos, podendo significar o fim de um casamento ou o início de um vínculo mais profundo, dependendo de como investimos esse tempo.


Carmen Sánchez Martín, psicóloga clínica e sexóloga do Instituto de Urologia e Serrate & Ribal, em Barcelona, ​​explica que sentiremos sensações de estresse:


"Mesmo que não estejamos confinados nem infectados, a pandemia pode provocar ansiedade. Sentir medo e incerteza em um contexto tão desconhecido quanto imprevisível é natural."


Um estudo da Sociedade Chinesa de Psicologia descobriu em fevereiro que 42,6% dos cidadãos chineses tinham sintomas de ansiedade relacionados ao coronavírus, com indícios de depressão em 16,6% dos casos.


Leia abaixo as recomendações para manter a sua saúde psicológica e seu relacionamento:


1. EDUCAÇÃO E RESPEITO RADICAIS

Só existe uma maneira de evitar os atritos - sendo extremamente educado. Temos que tentar mentalizar que não estamos com o parceiro ou com alguém que confiamos, mas com alguém com quem devemos ser muito respeitosos e educados, controlando nossas pequenas manias e sendo benevolentes com as da outra pessoa.

2. ROTINAS ESSENCIAIS

Se quisermos que nosso relacionamento (e nossa paz de espírito) não seja muito perturbado pela quarentena, alguma disciplina e organização são necessárias. Há duas semanas atrás, postamos uma matéria sugerindo um programa diário para você e sua família colocarem em prática durante a quarentena.


Afinal, nos mantermos ocupados e estruturar nosso tempo sempre ajudará a ter uma maior sensação de segurança interna. Podemos resgatar leituras, séries pendentes, dedicar tempo ao cuidado de si ou adiantar trabalhos que normalmente deixamos de lado por falta de tempo.

3. VELHOS E NOVOS CONFLITOS

Quando passamos muito tempo juntos, não só na quarentena como nas férias também, surgem problemas pendentes. Às vezes esse tempo pode ser positivo e outras vezes podem abrir a porta para o conflito. Nestes casos, educação e respeito ao extremo são necessários.


4. FAZER EQUIPE

Dividir as tarefas de casa entre todos os membros da familia é formar uma equipe onde todos possam contribuir e valorizar o trabalho que cada um executa, assim, ninguém fica sobrecarregado, todos ficam ocupados e pode ser um bom momento de interação e união. Além de transformar o confinamento em uma espécie de terapia de casal, uma oportunidade de nos colocarmos do mesmo lado, de compartilhar como estamos nos sentindo com tudo isso e encontrar alguém ao lado que nos escute, que nos fale também de sua própria experiência e, finalmente, nos acompanhe.

5. DIVERTIR JUNTOS Aproveite para cozinhar aqueles pratos que você não tem tempo no dia a dia, assistir séries, montar quebra-cabeças, jogar em família, organizar a casa, praticar ioga, estudar. Este momento pode ser um grande aliado para fortalecer os laços matrimoniais e familiares também.

6. TRÉGUAS NA SOLIDÃO Passar um tempo sozinho faz muito bem a qualquer relação, mas isso também depende do espaço que o casal tem em casa.

Carme Sánchez afirma que “É muito importante deixar claro que os silêncios não precisam ser incômodos, essa coisa de que você sempre precisa estar fazendo coisas ou conversando com seu parceiro é uma pressão que devemos tirar de cima. Não acontece nada porque um está fazendo uma coisa e o outro, outra (e não apenas durante a quarentena). Vocês podem estar tranquilamente abstraídos em assuntos diferentes e isso não significa que alguém esteja falando com uma terceira pessoa ou que tenha perdido o interesse.”

7. EXISTE VIDA LÁ FORA As novas tecnologias são uma grande aliada em tempos de quarentena. O WhatsApp, Skype, Facetime, etc. servirão para que nos comuniquemos com outras pessoas e evitemos a sensação de isolamento. “Seria aconselhável fazer videochamadas com pessoas de que gostamos e compartilhar a experiência com elas”, explica Villaumbrales.

Aproveite e experimente essas ferramentas em família e veja como pode ser divertido.


Se você ainda não se inscreveu aqui no Blog, não perca tempo! Você pode receber por email os artigos semanais em primeira mão. Siga também nossas redes sociais - Facebook @assuntonaofalta e Instagram @assuntonaofalta e interaja com a gente por lá. Diariamente postamos conteúdos complementares aos artigos divulgados às segundas-feiras.


Um abraço e até a próxima semana!



26 visualizações
NAVEGUE PELO BLOG.png
whatsapp.png
  • Instagram - White Circle
  • White Facebook Icon
  • YouTube - Círculo Branco

© 2016 Todos os direitos reservados